Civismo

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

242192
Lúcia Gissi Ceraso, professora de Música e Canto Orfeônico no IETC, em Franca, ensinou várias gerações a cantar os quatro hinos brasileiros – o Nacional, Bandeira, Proclamação e Independência – além de canções do folclore brasileiro e outras, pinçadas nos estados da federação. Fazia parte, também, da matéria, o fornecimento de elementares noções de educação musical como solfejar – ler ou entoar as notas de trechos musicais. Tínhamos que ter, ou arranjar,  compasso e ritmo, além de bom ouvido: era matéria eliminatória do currículo, tanto quanto Português ou Matemática. Polêmica, tinha preferências por alguns alunos e alunas e nunca as escondeu. A bem da verdade, nunca  se preocupou em esconder. Foi das criaturas mais sinceras e autênticas que o magistério francano conheceu. É lendária sua paixão pelo Brasil e sua genial criação “Uma hora em comunhão com a Pátria” mostrava cultura e peculiaridades dos estados brasileiros através de música, textos, poesias, coreografia, fantasias e bandeiras. Para saber na vida de quem ela passou, basta prestar atenção em solenidades, daqui ou de fora, quando se canta o Hino Nacional Brasileiro: quem não divide “naturê-êza” ou “colô-ôsso”, pode apostar: foi aluno dela. 
 
(Lúcia H. M. Brigagão)

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras