Curiosidade

Por: Luiz Cruz de Oliveira

Por que não me debruço, pouco que seja, sobre a violência- peste nossa de cada dia?
 
Porque persigo captar o brilho que só há no olho infantil, arregalado pela roda gigante, pelo parque inteiro, pela mesa posta, repleta de guloseimas.
 
 
Luiz Cruz de Oliveira, professor, escritor, membro da Academia Francana de Letras

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras