Viver a Vida

Por: Farisa Moherdaui

Ela, num quase desabafo:
 
- Há quem diga que é a terceira idade, a fase mais bonita e feliz de se viver, mas há gosto para tudo né? Diz ainda que olhando no espelho acaba por perguntar a si mesma:
 
- Onde o brilho dos olhos, os cabelos sedosos, a pele macia? O que fica na verdade são as experiências que se juntam ao longo da vida e que ela há um bom tempo vem percorrendo. O caminho da feliz idade que é a própria felicidade mesmo quando mesclado por momentos mais difíceis.
 
Vamos então procurar viver bem todos os nossos dias porque o tempo urge e as nossas experiências podem ficar pelo caminho. Vez ou outra vale a pena esquecer a pressão alta, a alimentação controlada, a cirurgia de catarata, o médico geriatra, o dentista especializado em implantes e muito mais, muito mais.
 
Contou até que há bem pouco tempo subia e descia sem dificuldades aquela escadinha na porta da sua casa. Mas naquele dia, que susto! A perna direita não ajudou a subida, e ficou simplesmente num ai ai; a perna esquerda também não e outros tantos ai ai ai... Mas sem desanimar, e sem pedir ajuda, viu ali uma vassoura que para ela era o próprio cetro do rei, onde se apoiou e com segurança pode subir os três degraus. Passado o susto, a ideia:
 
- Já posso pensar numa bengala, naquela de quatro pesinhos. Deixou também um recado: 
 
- Viva a vida com alegria pois o importante é saber viver
 
 
Farisa Moherdaui, professora 
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras