Publicidade de sapatos masculinos nos anos 60 era assim

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

275810
Fotos preferencialmente feitas em locações externas. Um dos locais prediletos  – evidência do bairrismo francano – a Fonte da Água da Careta, marco e símbolo nossos,  por aqueles anos ainda na Voluntários da Franca, no meio da ponte que ainda existe e separa (ou une) o Centro e o Bairro da Estação. Os modelos dos sapatos são clássicos, tanto assim que não fariam feio nas Feiras de Calçados atuais.  As fotos comporiam catálogo de vendas da empresa produtora e informavam referências de cada modelo. Por essa época de ouro, Franca começava a ser conhecida tanto como  Capital do Calçado Masculino quanto como Capital do Basquete. Ao longo do tempo as indústrias sofreram baques terríveis mas Franca conseguiu manter sua hegemonia calçadista. Depois de sessenta anos ininterruptos a cidade está prestes a perder a preciosa e referência do Basquete. Existe uma única esperança: a de que as lideranças se unam e mostrem acreditar no esporte como força agregadora, responsável pelo desenvolvimento de bons hábitos e educação - no mais amplo sentido - das novas gerações. 
 
(Lúcia H. M. Brigagão)
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras