PAÍS DE GALES

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

284293
ionawr, Chwefror, Mawrth, Ebrill, Mai, Mehefin, Gorffennaf, Awst, Medi, Hydref, Tachwedd e Rhagfyr: transcrever é fácil. Pronunciar, quase impossível. São os meses do ano escritos em galês,  língua celta do País de Gales que é falada e ensinada nas escolas ao mesmo tempo que o inglês oficial do Reino Unido, que compreende tanto a grande ilha chamada Grã-Bretanha que abriga três países - a  Inglaterra, Escócia e País de Gales, mais a Irlanda do Norte, que fica próxima, mas em outra ilha. A chefe de Estado é a rainha Elizabeth II, que reina mas não governa, e o chefe de governo, o primeiro-ministro, eleito pelo Parlamento central, em Londres. Fazem parte das Ilhas Britânicas, além daquelas duas maiores,  cerca de 5 mil ilhas menores como as Orcades, Shetland, e Anglesey, no norte de Gales, tornada conhecida pelos então recém-casados William e Kate Middleton.  Paisagens deslumbrantes, histórias reais de arrepiar, fora a possiblidade de encontrar nas ruas de Cardiff, a capital, os mais ilustres filhos da terra como Catherine Zeta-Jones, Christian Bale ou Anthony Hopkins. Dylan Thomas, era galês. Richard Burton, também. Fica a dúvida: cenário das Brumas de Avalon ou dos livros de Jane Austen? 
 
 
(Lúcia H. M. Brigagão)

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras