Tempo de florescer

Por: Elisa Silva Ferreira

E o tempo passou.  Ah... o tempo! Veloz, irreversível, implacável.
 
Ainda ontem (?) vivíamos os maravilhosos Anos Dourados, nossa  belle époque, ouvindo e dançando músicas memoráveis  by Laércio de Franca e sua magnífica orquestra, na majestosa AEC. Parece realmente que foi ontem. Mas o túnel do tempo assinala uma nova etapa, uma nova geração com outros valores com os quais aprendemos a conviver. 
 
Vivemos intensamente a grande transformação social, com a quebra de tabus, mudança de comportamentos e paradigmas.
 
Houve enfim metamorfose com o nosso NÃO à repressão... Ali nascia o movimento PAZ E AMOR!
 
“E para não dizer que não falei das flores”... atualmente observamos que as nossas flores - nossos filhos e netos, reproduziram através dos anos nossos sonhos e ideais de liberdade, alcançando suas metas e objetivos. Esse legado é nosso prêmio, com muito orgulho.
 
É maravilhoso observar, no outono quase inverno, o desabrochar de várias espécies de flores... assim como nós podemos admirar a nossa florada-filhos-netos vicejando, semeando e florescendo à nossa volta, preparando o futuro das próximas gerações.
 
Assim caminha a humanidade.
 
 
Elisa Silva Ferreira, funcionária pública aposentada
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras