Santidade

Por: Maria de Lourdes Liporoni Martins

Ela gosta de rosas: duas vermelhas e uma branca. Socorre  suplicantes e desesperados. Ajuda, encaminha, aquece, ameniza, esclarece e opera milagres. 
 
 Milagres de amor, de aceitação, de benemerência, sobretudo de esclarecimento, além de cura.
 
 Não ignora preces, nem desalenta  desesperados. Auxilia, atende, faz-nos aguardar momentos adequados.
 
 Ao esperar, se alcança.
 
 Adoça corações e almas, seca lágrimas, lado a lado caminha sobre nossas dores. 
 
 No passado longínquo, ofertou pão, abrigo, moedas aos pobres, agora esbanja socorros espirituais. 
 
 Venerável, Beata, prestes à Canonização, aguarda chances e oficialização de servidão eterna.
 
 Quem é Ela?
 
 Beata Nhá Chica, de Baependi, das Gerais, do Brasil, breve do Mundo!
 
 Humildemente, Francisca Paula de Jesus, simples, inclusive no nome.
 
 
Maria de Lourdes Liporoni Martins, professora, pertence aos quadros da UBE
 
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras