Vem ser meu Pai

Por: Ronaldo Silva

Deus,
Onde estás?
Nalgum ponto do caminho
nos desencontramos.
 
Perdido
entre a multiplicidade das doutrinas,
esqueci-me de te amar.
 
Agora é tarde.
Não me importa mais
saber a distância
entre o que sonhei
e a realidade que
atiraram na minha cara.
 
Hoje vejo teus homens
de longe.
Tantos dentre eles parecem
Aturdidos.
Outros tantos caminham
medrosos.
 
Sobem a escada rumo ao céu
mantendo um laço
amarrado ao pescoço e
preso ao inferno.
 
Deus!
Senta aqui.
Vem ler meus versos
e perdoar meus erros.
Vem ser meu pai!
 
Me explica
Por que estou chorando.
Traz um pouquinho de fé
que meu estoque está quase no fim.
 
 
Ronaldo Silva, vendedor,  universitário

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras