Na flor da idade

Por: Zelita Verzola

Li certa vez a história da vida de um médico que, aos 100 anos, se considerava na flor da idade. O segredo? Segundo ele, amar a vida e a medicina. Penso que o “Comércio da Franca” se lhe assemelha. Centenário, ama estar vivo, fazendo o que faz. Sempre na busca de aprimoramento, não envelhece. Cresce. E recebe, garboso, o reconhecimento da comunidade francana.
 
 
Zelita Verzola, professora

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras