Meninos, eu vi!

Por: Paulo Rubens Gimenes

Meninos, eu vi
 
Uma fantástica criatura
 
Mastigar papel e cuspir notícias
 
Engolir cotidianos e gerir histórias
 
Meninos, eu vi
 
Repórteres, jornalistas, fotógrafos
 
Numa  insana luta
 
Para aprisionar o tempo
 
Vi papel, tintas, tipos
 
Anunciarem boas novas
 
Com um sorriso
 
Vi colunas, fotos, páginas
 
Anunciarem tragédias
 
Com uma lágrima
 
Meninos, eu vi
 
Uma fantástica criatura
 
Mostrando o homem  e suas faces
 
Do bem e do mal
 
Eu vi uma máquina maravilhosa
 
Ela chama-se jornal
 
Tatuando a Vida  com tinta preta
 
Na pele/folha branca
 
Meninos, eu vi 
 
O Jornal Comércio da Franca
 
 
Paulo Rubens Gimenes, Publicitário e ex-conselheiro do Comércio da Franca
 
 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras