O inesperado

Por: Maria Rita Liporoni Toledo

303238

A mãe de Nice jamais vira a luz elétrica quando veio trabalhar em casa de uma família que carecia de uma mocinha para ajudar a cuidar das crianças. Corajosa, ela não se deteve diante do desconhecido. Não sabia ler e aprendeu os números e as horas através de um relógio cuco que ornamentava a sala. Veio de Minas Gerais, morava distante do arraial, no sopé de uma montanha, com seus pais e muitos irmãozinhos, criados juntos à natureza, livres e soltos, porém enredados numa teia familiar amorosa. Teve dificuldade para adaptar-se aos modos urbanos, relatava ela, a saudade feria seu coração, mas persistente e necessitada, fixou-se no trabalho por muitos anos. Quando foi-se, com seu bem, constituir sua própria família, seis filhos agraciaram sua vida. Ela os criou sem posses ou outros recursos, só com trabalho, mas com a força agregadora do amor ofertou a eles uma vida modesta e feliz.

Nice destacou-se por sua beleza singular, iniciou uma carreira no mundo da moda, fotografou e desfilou. Em uma festa sentiu-se observada por um homem muito mais velho, mas bem apessoado. Era um empresário rico e importante e não demorou para que ele se encantasse e se apaixonasse por ela. Apesar da grande distância social que os separava ele convenceu os pais que a amava e foram viver juntos em uma bela casa, decorada com gosto e inspiração e desfrutar os prazeres que a fortuna pode proporcionar. Ela, que nada conhecia, viu-se em um turbilhão de festas, reuniões, empregados, viagens nacionais e internacionais, fotos em revistas e jornais. Esta era a rotina integrada no processo de viver deles. Pareciam felizes e tinham muitos amigos.

A morte repentina dele deixou a jovem totalmente sem eixo. Não ficara desprotegida pois ele lhe deixara alguns bens. Em seu íntimo, porém, inquiria: “Onde estava seu protetor e amante? Para onde fora sua vida de alegria e luxo? O que fazer de sua vida? Precisava recomeçar. Como é que se recomeça? Por onde se começa uma vida ...

Espelhou-se na força de sua mãe que enfrentou um mundo novo quando chegou à cidade e seguiu em frente...
  

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras