Verdade

Por: Ronaldo Silva

311922

O espelho exigiu
que eu fosse sincero
acerca de meus amores.

Triste lhe confessei:
não os tenho tido,
senão em breves fantasias.
 
Vi meu espelho chorar.
Insuportável rosto da dor
escancarado diante de mim.
Imagem clara da solidão.
 
Ah, a onipresente solidão!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras