Angústia

Por: Eny Miranda

322048

Ah, essa lua de alabastro
No cristal-seda azul
Do espaço!
Essa transparência,
Essa pureza...

Ah, o som da flauta
Vindo de longe,
Desenhando linhas
De sopro-luz
Nos caminhos da aragem,
No arrepio da pele...

Ah, essa cor fluida
Do mar oceano...
Mistério
Entre líquidos braços
Entrecruzados de sal e céu
E vagas e sargaços...

Ah, os tons de maio
Destilados em olhar de sol
De inverno
- arte de anjos já saudosos
Das tardes outonais...

Ah, essa palavra de asas cerradas,
Ave agrilhoada,
Albatroz rendido,
Pássaro acorrentado no peito!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras