Peixe Beta

Por: Janaina Leão

322782

Estava ali na casa nova, vivenciando meu primeiro momento de paz após desencaixotar e botar as coisas no lugar. Frio de junho e a chuva lá fora acalmava tudo.

Comprei um peixe beta, mas vou explicar. Quem me conhece sabe que tenho pavor de passarinho em gaiola e de peixe em aquário. Mas este – coitadinho – estava dentro de um copo d’água. Peixes betas em pet shops me incomodam um bocado. Como pode uma criatura encontrar sentido em viver num espaço tão pequeno?
 
Foi demais... Pensei em mim, e comprei o peixe. Talvez quem sabe eu devolva ele pro rio... Estamos nos conhecendo.
 
Ver aquele peixe enorme num aquário tão estreito foi sufocante. A primeira coisa que comprei foi um aquário  seis vezes maior que o dele; plantinhas, pedrinhas e uma luzinha que também serve para aquecê-lo. Peguei tudo que o moço disse que seria bom para o conforto do peixe. 
 
Chegando em casa, precisava dar um nome... Permaneceu o que primeiro veio à minha mente: Lindo! 
 
Por conta dele já vi muitos vídeos sobre os peixes Betas, mas um deles me encantou: o acasalamento. É muito envolvente, parece até namoro das antigas. Ele abraça a fêmea, e nos casos dos Betas é o macho quem cuida dos filhotes.
 
Deparei-me com algo esquecido: ser só gente admirando um peixe...eu não era coxinha , nem petralha e sem temores estava só pesquisando: como é a vida de um peixe Beta.
 
Vou tentar reproduzir o Lindo.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras