Dos rascunhos...

Por: Angela Gasparetto

324202

“Dos rascunhos que escrevi, só encontrei rabiscos de um mundo idealizado.

Dos rascunhos que larguei ao vento, só restaram os de promessas vãs.

Dos rascunhos velhos que encontrei nas gavetas antigas, restaram os que nunca devem ser lidos.

E restaram apenas os rascunhos que esbocei à meia-noite, de todas as noites de velada solidão.

Sobraram então, rascunhos de início e do meio. Não encontrei os rascunhos do final. Estes estão espalhados em todas as mesas das vidas às quais rascunhei.”

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras