Pausar

Por: Zelita Verzola

324922

Por mais que se queira resistir, é difícil não sentir o coração em sobressalto diante do bombardeio de notícias alarmantes ou fúteis, nesta época. Há que se procurar viver momentos de serenidade, para se preservar a lucidez. Noite dessas, reunião de amigas, contação de história, caldo quente, conversa boa, de proveito, como se dizia há algum tempo. No fim do outono, uma pausa preciosa. Bela e salutar.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras