Barras, Vilas e Amores

Por: Maria Doroteia Bastos

331648
Muita gente não sabe, mas o cantor Martinho da Vila já escreveu diversos livros. O mais recente é o romance “Barras, Vilas e Amores” (216 páginas | R$42,00 | SESI SP Editora) tecido com a habilidade de um sábio contador de histórias. Uma narrativa saborosa, que acompanha os movimentos do amor. Um rico mosaico onde o leitor poderá perceber uma espécie de panteão formado pelos heróis que construíram a identidade negra do Brasil. 
 
O autor estará no Estande da SESI SP Editora (E080), no dia 31 de agosto, a partir das 19h, para autografar o livro “Barras, Vilas e Amores”. Além disso, também fará parte do bate-papo “Do Popular ao Erudito: convergências musicais” no Salão de Ideias, das 20h às 21h.
 
Com a habilidade de um sábio contador de histórias, Martinho da Vila puxa o fio de uma narrativa saborosa, acompanhando os movimentos da história de amor de Daomé Benino e Iana Smith. Para além da simples obra de ficção, neste livro, o autor traça um grande painel em que fragmentos de memória compõem um conjunto harmonioso. Analisando os detalhes deste rico mosaico, o leitor pode perceber uma espécie de panteão, formado pelos heróis que construíram a identidade negra do Brasil. No pano de fundo, lugares, personagens e canções que, em cada época, pontuaram as memórias do narrador e de seus protagonistas.
 
As ilustrações da obra foram produzidas por Angelo Abu, artista nascido em Belo Horizonte e que   ilustra profissionalmente desde 1995. Angelo tem, em seu currículo, mais de 50 livros ilustrados, além de revistas e outros trabalhos.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras