Tempo

Por: Zelita Verzola

340247

Este tempo que precede o Natal é uma incubadora de possibilidades. Podemos escolher como vivê-lo. No brilho externo, que  seguramente é belo. Ou na união deste com a procura do brilho interno. Há incontáveis nuances desses dois aspectos. Quando nos dispomos à segunda opção, mesmo que modestamente, surge a inevitável e gloriosa necessidade de agradecer. Porque a energia crística, que está sempre presente, se intensifica neste tempo e nos traz a percepção de que agradecimento é alento, sustento, rebento. À Vida, pois, imensa, intensa gratidão.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras