Bon Bini !

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

343984

Existem muitos Paraísos na Terra, ao contrário do que apregoam religiões ou o agnosticismo de muitos. Eles existem sim, são inumeráveis e se chega neles de muitas maneiras. Quem recebe abraço espontâneo seja do filho, do marido, do neto vai ao Paraíso, prova disso é a levitação de amor que foi provocada. Quem ouve melodia que torna presente momento inolvidável, vai ao Paraíso, através do sentimento de prazer que o som provoca. Aquele que assiste ao magnífico espetáculo do Amanhecer que substitui a Noite, mesmo que tenha sido estrelada, sabe que está no caminho rumo a ele, pela suspensão da respiração momentânea provocada pela beleza que os olhos testemunham. Quem vê a Lua saindo por detrás de qualquer elevação de terra e inundando o chão batido com seu clarão, reconhece a trilha do chamado Paradise, em inglês; Paradis, em francês; Paradies, em alemão; Paradiso em italiano e Paradijs em neerlandês, pela emoção que sentiu. Existem as praias, as montanhas, o verde das florestas, a beleza das flores, acrescente-se aí o barulho de cachoeiras tudo junto ou separado - e tem-se outras configurações de Édens . O Paraíso, está provado, realmente existe, embora formatado de maneiras diversas. A Serra da Canastra é paraíso ecológico. Cada praia cheia de pedras de Santa Catarina merece ser chamada de Paraíso. A costa marítima do nordeste brasileiro inteira, é outro Paraíso. Aruba é uma das jóias do Caribe e é outro Paraíso. Mar de cor única, água na temperatura ideal; areia branca e fina , parece a da Lagoa do Abaeté; ex-colônia da Holanda, o que lhe garantiu bons princípios e costumes; nativos sorridentes e agradáveis que tratam turistas – principalmente se brasileiros - com o máximo de consideração e desvelo; espetáculo tão lindo do pôr-do-sol na praia que merece aplausos dos espectadores. E vento constante, tão veloz que arreda o calor dos trópicos e entorta árvores. A árvore tombada, mas não arrancada, é o símbolo de Aruba. A ilha caribenha, também chamada de Ilha Feliz, recebe visitantes dizendo Bon Bini, que no papiamento, língua crioula que falam - resultado da mistura de português, línguas africanas, línguas indígenas da América, inglês, neerlandês, espanhol - significa Bem-vindo!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras