O amor

Por: Angela Gasparetto

345094

Sobre o aprendizado do amor, e falo do amor em geral, não só do amor entre um homem e uma mulher, refiro-me ao amor como sentimento universal. 

Aprendi com a vida que conforme as nossas experiências, ele vai se lapidando no decorrer dos anos; vamos, por exemplo, aprendendo a amar uma pessoa da qual nunca fomos próximos, embora ela estivesse na nossa vida com o direito adquirido do amor. 
Também vamos nos distanciando de uma que amamos muito, embora o amor permaneça ali guardado, esperando. 
 
O amor muda no decorrer dos anos. Ele aumenta, diminui, volta a crescer e quase sempre o mesmo se transforma. 
 
Principalmente se trabalharmos o ressentimento e o ódio, sentimentos antagônicos que muitas vezes visitam o nosso coração em algumas circunstâncias.
 
Então, o amor se transforma de uma maneira linda, forte, generosa e agradecida, isto se nós permitirmos, claro.
 
E com isto, vamos nos tornando mais fortes e sábios. 
 
Mas só a experiência nos ensina isso.
 
Há que se percorrer esta estrada do amor, que só a vivência nos permite. 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras