Meus dois pais

Por: Mário Moreno

362842

A literatura tem um valor inestimável sob diversas perspectivas, sejam elas de diversão, informação ou ajuda. Quando situações e sentimentos ganham contornos com palavras, novos pontos de vista se abrem, fazendo com que a leitura seja um momento de distração e ao mesmo tempo de reflexão. Partindo dessa premissa, Walcyr Carrasco escreveu para o público infantil o titulo Meus dois pais, cujo enredo trata de forma delicada e afetuosa a questão da homossexualidade.

Escrito há mais de dez anos, o título acaba de ganhar nova edição pela Editora Moderna, casa editorial que publica com exclusividade todos os títulos infantojuvenis do autor. Em sua segunda edição, Meus dois pais está com visual completamente repaginado por Ana Matsusaki, que deu novas formas e cores para a história, além de uma proposta editorial que contempla uma perfeita harmonia entre texto e imagem, especialmente pensada para o leitor na faixa dos 9 anos.

O enredo circunda acontecimentos e sentimentos de Naldo, um garoto que, de uma hora para outra, precisa lidar com a descoberta da homossexualidade de seu pai. Desconcertado com o fato e também com as reações decorrentes dessa revelação, o menino vive uma série de conflitos – internos e externos – até compreender, entre outras coisas, que o amor paterno sobrepõe qualquer divergência.

Por meio das situações vivenciadas pelo protagonista, Walcyr abarca diferentes aspectos da homossexualidade e do preconceito vivenciado por aqueles que têm relacionamentos homoafetivos e coloca em debate questões que se fazem importantes e cada vez mais urgentes nos dias de hoje, como o respeito à diversidade e as escolhas individuais e também a compreensão e aceitação de diferentes configurações familiares.

Walcyr Carrasco nasceu em 1951 em Bernardino de Campos, SP. Escritor, cronista, dramaturgo e roteirista, com diversos trabalhos premiados, formou-se na Escola de Comunicação e Artes de São Paulo. Por muitos anos trabalhou como jornalista nos maiores veículos de comunicação de São Paulo, ao mesmo tempo que iniciava sua carreira de escritor na revista Recreio. Deste então, escreveu diversas novelas, peças de teatro e publicou mais de trinta livros infantojuvenis, tendo recebido por suas obras muitos prêmios ao longo da carreira.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras