A Síndrome de Burnout

Por: Caroline Arnold

363997
Imagine uma história que, ao mesmo tempo emociona e também conscientiza o leitor. Um Ano Sabático, quarto livro e terceiro romance da autora Renata R. Corrêa, é um desses livros. Em defesa da prevenção de doenças mentais, a autora aproveita o Setembro Amarelo para lançar a obra em forma de e-book na plataforma digital Amazon.
 
De maneira leve – e por vezes cruel – Renata apresenta ao público a Síndrome de Burnout, uma doença caracterizada por um esgotamento físico e psíquico. Decorrente da insatisfação com o trabalho excessivo e degradante, o mal ainda é pouco conhecido e muitas vezes chega  acompanhado por ansiedade e depressão.
 
Na obra, Rafaela é uma jovem fisioterapeuta que vive desmotivada em relação à vida pessoal e profissional. Após um desmaio repentino, a personagem é diagnosticada com Burnout, e se vê obrigada a embarcar em uma longa – e complicada – jornada para se reencontrar novamente: “Quando os sonhos se transformam em pesadelos e nada mais parece fazer sentido, só há uma escolha a ser feita: abandonar tudo e recomeçar do zero, em busca de si mesmo e da felicidade perdida”- 
 
Um ano Sabático revela muito sobre as crises e dilemas da sociedade contemporânea. Mas, ainda assim, é um romance belo e inspirador que incentiva o leitor a acreditar nos recomeços e no poder do amor verdadeiro. A obra ainda está entre os concorrentes do Prêmio Kindle de Literatura que ocorre no final de dezembro. 
 
Renata dos Reis Corrêa nasceu em Guimarânia, interior de Minas Gerais, e atualmente mora em Uberlândia com o marido e os dois filhos, um casal de gêmeos. É médica oftalmologista por formação e apaixonada pela escrita, pelas histórias de amor e, principalmente, pelos finais felizes. Uma romântica incorrigível! Escreve em seu blog e já escreveu quatro romances e um livro de contos.  Contra todas as probabilidades, seu romance de estreia, e Amores e desamores, seu livro de contos, foram publicados de forma independente, em e-book, na Amazon. Ela tem ainda um romance inédito.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras