Saudade, palavra triste

Por: Fabiano Abreu

376606
Imensurável a dor da saudade 
Inconsciente sorriso contido 
Adaptado à distância.
Quando vem a lembrança 
Tudo perde o sentido 
 
Um choro sem grito, sem lágrimas 
Os olhos perdidos, distantes 
Passadas vazias, versos sem rimas 
A foto na estante 
Minha obra-prima 
Tão, tão importante 
Está muito, muito distante.
 
Palavra tão única, saudade 
Palavra tão bonita, mas triste 
Vazia e cruel, de crueldade 
Amargo como fel, um chiste 
Sem piedade
 
Me agarro ao tempo 
Nessas horas, somente nele posso contar 
Pois ele tem as respostas 
Que só o futuro pode dar 
 
Há horas, que o melhor é dormir 
Para no dia seguinte acordar 
E ao ver um novo sol a brilhar 
Lembrar que o tempo vai passar e logo
Logo poderei te encontrar

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras