A culpa é de quem?

Por: Ligia Freitas

378129
Chega de hipocrisia,
Não quero rimas ou melodias.
Deixe-me ir, quero chorar. 
 
Meu peito de ti carrega raiva,
Desse teu desejo incessante de reinar,
Mas a verdade é que o que em ti me incomoda,
Dentro do meu ser deve estar.
Então melhor cuidar deste pedaço de mim,
Ao invés de te maltratar.  
 
Narciso não tinha espelho,
E não podia ver seus defeitos
Insanos, soltos pelo ar.
 
Água viva, cristalina,
Amo-te, venha me encantar.
Só não me deixe cair nesta armadilha.
Não tenho pinta de heroína,
Reconheço meus erros de menina,
Deixe-me rir de mim mesma, até o sol raiar.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras