Possibilidade

Por: Mirto Felipim

388082

(eram tempos de merda, e acreditei que não mais seriam)

 

na possibilidade de tanto

recuo tenso sem sorriso

tenho planos, tenho seiva,

mas não sei se tenho vida.

 

eu me calo, tudo fala,

minha volta é toda vida,

teço planos, teço teias,

mas não teço meu destino.

 

corpos passam decididos

têm força, mas sem brilho,

olhos baços, olho triste

e não invejo seus caminhos.

 

estou pequeno, estou prostrado,

já sem sonhos já sem sina,

vejo o amante sem desejo,

e, sem apego, vejo a vida.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras