Pátio

Por: Zelita Verzola

389399

Voto na Escola Barão da Franca, onde estudei quando criança. Nas últimas eleições lá estive mais uma vez. E por alguns minutos fiquei parada no pátio entre a pequena escada que leva às salas de aula e a cozinha. Aquela menininha que recebia o diploma do Jardim da Infância e logo estaria no primeiro ano e aprenderia ler, ressurgiu. De vestido branco de piquê e organdi era pura alegria e confiança entre a mãe e a professora. Estava iniciando uma longa jornada pelo caminho das letras e da vida. Volto ao presente. Peço desculpas aos leitores pelos termos antigos. Mas os deixo assim mesmo. Ajudam-me a manter a confiança e a alegria. A última pela fidelidade à menininha e a primeira pela fé na Vida. Apesar das dificuldades nas muitas curvas do caminho.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras