Desidérios

Por: Lúcia Helena Maniglia Brigagão

392672

2019. Esse ano eu vou ...

... Sambar. Até cair no chão!

... Escrever em diversos papéis os nomes de locais jamais visitados, pertos ou longe de casa, dobrá-los e sortear apenas um, para ser eleito meu destino nas próximas férias.

... Cuidar (muito bem) da saúde.

...Continuar à procura de fazer algo que

Sacie meu desejo de viver com mais Esperança;

Me ajude aprender mais sobre Gratidão.

...Procurar, até descobrir a fonte da minha Força para Sonhar:

Fartura em todas as mesas,

Abastança de emoções,

Bondade na alma humana,

Arrependimento no coração de quem maltratou o próximo,

Esquecer, do passado, o que não me faz melhor em nada.

...Testar novamente meus limites, propor-me a não arranjar mais desculpas e realizar o que der conta de realizar, mesmo porque descobri que, de fato, “em busca do ótimo, muitas vezes se deixa de fazer o bom...”

... Deixar a mesquinharia de lado e não me regozijar com o insucesso e/ou a desgraça dos desafetos.

...Tomar mais cuidado:

Com meus objetos pessoais,

Recusar-me a ser refém dos sentimentos alheios,

Evitar, a todo custo esperar: agir antes.

... Sorrir mais.

... Sonhar mais.

... Tomar mais sorvete.

... Ver mais filmes.

... Ler o dobro do que li este ano.

... Cercar-me de pessoas que valham a pena.

... Pregar esta lista de intenções na minha cabeceira, segui-la à risca e ser muito, muito feliz.

 


 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras