Assustanto até E.T.

Por: Ligia Freitas

395895

Procurei no carro, no ônibus, no metrô, no trem, no clube, na escola, no parque, na loja, no dentista, no oftalmologista e em todos os “istas” que existem na terra. Procurei na sua casa, na casa do vizinho, no elevador, na garagem e até no seu corpo e não encontrei uma única pessoa sem aquele tal de celular nas mãos. Como eu sou de Marte, e também quero entender essa superstição, comprei um celular para mim, vamos ver no que vai dar.

Socorro, humanos! Tem ímã nesse troço, meus dedinhos ficam rolando de um lado para o outro, não consigo pensar em mais nada. Agora ando procurando algo que nem sei o que é e tenho a sensação de que nunca vou encontrar.

E.T. telefone. Minha casa.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras