o não do não de ser não

Por: Mirto Felipim

396438

(caminhar juntos, mas não anulados, era esse o desafio)


não me obrigue a dizer mentiras/não ligue, não tente ajudar/não mire em mim teu olhar/não quero e não posso mudar.//não deságue em mim teus cuidados/não me deixe ler teus recados/quero a paz de não falar/o que a fala é incapaz de explicar.//não comente com alguém meu estado/não me force a negar o que disse/quero a paz sem o peso do fardo/

de fingir que a verdade resiste.//não me poupe, deixe-me sozinho/não me mande recados cifrados/não alimente com teus carinhos/as mentiras a que sou obrigado.//não me dê o não do teu não/não me poupe da solidão/quero frágil evitar tua mão/quero triste perder a razão.//se alguém comentar como estou/não tente explicar meu estado/deixe estar do jeito que sou/e apague de ti meu passado.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras