Revelação em um apartamento

Por: Maria Rita Liporoni Toledo

400860

Tendo recebido um pedido da imobiliária onde trabalhava, o engenheiro civil Luís Mauro foi atender a uma cliente que desejava realizar umas modificações em seu apartamento, recém-adquirido.

Enquanto caminhava por aquela calçada larga, em uma avenida longa e arborizada, onde flamboaiãs multicolores a ornavam, refletia sobre sua vida afetiva que, ultimamente, só lhe trazia amargores. Em um relacionamento de muitos anos, estavam os dois estremecidos, sem entusiasmo, sem planos e continuavam juntos, por mero comodismo. Não havia mais afeição entre eles, nem amor.

Chegando ao local, quando a porta abriu-se, um raio de luz permeou sua mente ao ver a figura de uma moça, de olhar meigo, mas penetrante, a fitá-lo, amistosamente. Num segundo, sentiu, num alumbramento, que sua vida poderia mudar, a partir daquele instante. Conversando, efetivamente, sobre o projeto, foram identificando-se. Tratavam-se com carinho e graciosidade. Ele já se convencera de que ela seria o novo amor de sua vida. Mal se continha de tanta emoção! Ela, também, estava perturbada com os olhares fulminantes dele e serviu-lhe um café, degustado vagarosamente, como a prolongar aquele momento mágico. Nascia ali um sentimento amoroso em comum. Muitas afinidades foram revelando-se e aquele enlevo maravilhoso durou até a manhã seguinte.

No outro dia, Luís Mauro propôs à companheira a separação. Ela, surpresa pela atitude tão repentina, calou-se. O que ele não esperava é que ela se utilizaria dos conhecimentos de um advogado, especialista em separações litigiosas, que abocanhou para ela quase tudo o que eles possuíam, como a casa com todos os móveis e objetos de valor, carro, outros bens e uma pensão generosa que lhe solapava quase todo seu salário.

Mas ele suportou com resiliência, o futuro lhe parecia fácil, claro, esperançoso. Renascia para a vida. Tudo mudara com o encontro no apartamento. O acaso o favorecera, a vida o surpreendera e o transformara. Esta força movedora o levou à felicidade.

A sua cliente tornara-se sua esposa, amava-o, e seu coração estava pleno de alegria.



 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras