Estória para boi dormir

Por: Ligia Freitas

402295

Meu marido me encarou de soslaio, pegou na minha mão adormecida de PENA do travesseiro e disse:-Vamos?

Saí andando em direção às escadas do prédio, pescoço de GANSO para trás, para ver se ele vinha.

Ele chegou junto, suspirou em meu cangote e me deu um empurrãozinho.

Entendi, se joga na escada. Assim o fiz, encarei as escadas efusivamente.

Desci e subi os degraus, repetidas vezes. Fôlego nas costas, mão nos ombros, ele me acariciando, de repente, uma corda na mão.

Fiquei sem saída, ele era mais forte do que eu, e começou a pular deliberadamente.

E é assim que me realizo fazendo ginástica com o marido.

Eu sei, você pensou em outra coisa.

Mas posso te garantir: essa coisa de Afogar o Ganso está somente na sua cabeça.


 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras