Setembro

Por: Angela Gasparetto

402298

Quando setembro chegar...

A despeito da simbologia que a mídia quer estigmatizar por conta do ocorrido com as torres gêmeas em Nova York, eu sempre gostei muito de setembro.

É o começo da primavera, o tempo fica ameno, os dias mais bonitos; dessa beleza calma e de chuvas inesperadas. E setembro começou muitas primaveras em minha vida. Não de aniversários, mas de momentos mágicos. Talvez eu estivesse tão aberta para a vida, que por isto essas coisas boas aconteceram. Enfim, é o meu mês preferido. É começo do fim do ano, mas é também o começo das novas possibilidades.

Em uma manhã de setembro, as pessoas parecem mais gentis, mais felizes e logo os ipês da nossa Franca começam a desfilar Sua Majestade.

Geralmente pressinto essa atmosfera mágica e sinto festas diárias no coração.

Em setembro devia ser proibido haver terrorismos, furações, tempestades, tragédias, assassinatos. Principalmente reviver o terrorismo.

Em setembro não devíamos brigar com nossos amigos, com a nossa família, muito menos com a vida.

Em setembro devemos deitar à rede e balançar com um livro aberto, um suco ao lado, uma paz no coração e um sentimento de que tudo vai dar certo, apesar dos pesares.

E nesse mês abençoado, devemos namorar as pessoas com os olhos, tocar delicadamente as mãos, sorrir e, se necessário, pedir perdão sem palavras.

Nas manhãs cálidas quando ouvimos as gralhas anunciando essa estação e um mormaço bom faz as pessoas saírem à rua, ainda podemos sentir essa sensação única que a natureza reserva para nós.

Ah Setembro! É tão maravilhoso, que me permito escrever começando com “S” maiúsculo, como é no idioma inglês; só porque neste mês o céu é mais azul, a primavera começa e temos a calmaria tão almejada. Então, constatamos que é só isso que a vida necessita ter.

Setembro é para ser celebrado, degustado, vivido e aplaudido; mesmo em silêncio para que os de mente sã não nos achem malucos por demais.

Até porque é essa insensatez sadia que setembro nos propicia; e é dessa que precisamos para nutrir a vida. Feliz setembro a todos!


 

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras