Ipezinho branco

Por: Zelita Verzola

403193

Preparou-se durante sua pequena vida, mas principalmente durante este último ano, para apresentar ao mundo seus rebentos. Suportou a proximidade do asfalto, seca prolongada, sol escaldante. Mas não desistiu. No primeiro sábado deste outubro, pela madrugada, creio, começaram nascer os delicados botões brancos envoltos em casaquinhos esverdeados. Lá pelas oito da manhã, floração intensa. Um vento amigo e inimigo refrescava a parturiente e roubava-lhe a prole. Beleza e nostalgia. Mas ipezinho branco é resiliente. Cumprida a primeira missão prepara-se para muitas outras. Ganhar nova folhagem e encantar com o verde. Depois novamente perder as folhas e deslumbrar com a florada. Às vezes quer desanimar, mas tem uma amiga que não deixa. A velhinha da casa em frente que o rega quase todos os dias. Ah! Os amigos...benditos sejam!

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras