Meu nome é Rebeldia

Por: Carlos de Assumpção

404033

Meus avós/ Fragmentos( à profa.Eunice de Paula Cunha)

Há muitas histórias/ Sobre os meus avós/ Que a História não faz/ Questão de contar// Meus avós foram fortes/ Foram fortes os meus avós/ Orgulho-me dos meus avós/ Que outrora/ Trabalharam quase sozinhos /Para que este país/Se tornasse tão grande/Tão grande como hoje é/Os meus avós foram fortes/ Foram fortes os meus avós/ Este país meus irmãos é fruto/ Das sementes de sacrifício/ Que os meus avós plantaram/No solo do passado/ Há muitas histórias/Sobre os meus avós/ Que a História não faz/Questão de contar/ Os meus avós foram bravos/ Foram bravos os meus avós/Embora ainda não conhecessem/ A nova terra/ A que tinham sido transportados/Acorrentados como se fossem feras/ Nos sinistros navios negreiros/ Embora ainda não conhecessem/ A nova terra/ Os meus avós fugiam das fazendas/ Cidades bandeiras e minas/ E se embrenhavam nas florestas/ Perseguidos por cães e capitães-de-mato/ Há muitas histórias/ Sobre os meus avós/ Que a História não faz/ Questão de contar (...)

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras