Pandemia de encontros

Por: Ligia Freitas

408060
Quando pequena escrevia 
Escritos tortos e vulneráveis 
Assim que escrevia 
Rasgava o papel
Vergonha ou medo do outro 
Ou seria de mim? 
 
Esta pandemia me fez resgatar
As folhas rasgadas de outrora
Sinto medo do vírus à solta lá fora
 
Isolamento em casa
Deito em cima do braço direito 
Meu corpo formiga inteiro 
Lembro-me da minha existência 
Já não sei se o medo é da porta pra fora
Ou de me encarar frente a frente no espelho 
A sós 
Prazer
Eu sou sou sou 
Quem sou?

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras