Diário de bordo

Por: José Antonio Pereira

III

O soberbo corpo de carne aço sangue e engrenagens
Avança viril enterrando garras na carne azul líquida do oceano
A um tempo, a água convulsa acolhe aconchega e se entrega
Impávido, o monstro de mil olhos segue
Sem olhar para trás
Não vê, assim, o rosto sereno e altivo
Da água que o impulsiona.



 

Regina Helena Bastianini é fundadora do “Veredas” e professora dos “Cursos Luiz Cruz”. Poetisa, é autora de Eu e o Mundo e de Entrenós.

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras