Pendericos e berloques

Por: José Antonio Pereira

Sentido figurado
A estatística é como um biquíni. O que ela nos revela é sugestivo, mas o que esconde é vital.

Aula
Certas aulas é o processo pelo qual os apontamentos do professor ficam sendo apontamentos do aluno sem passarem pela cabeça de nenhum dos dois.

Os médicos recomendam
Sou a favor de uma atividade física vigorosa para os outros.

A chegada da velhice
Certos homens suavizam-se com a idade, como o vinho de boa qualidade; mas também como o vinho ruim, outros ficam azedos, como o vinagre.

Convivência
Frequentemente nos esquecemos de que as pessoas com quem temos de viver também têm de viver conosco.

Letreiratura
Tabuleta nos andaimes de uma igreja que estava sendo restaurada em Ouro Preto: Perigo queda de anjos.

Pensando bem...
A loucura é hereditária. Você pode herdá-la de seus filhos.

Intimidade
Nos conjuntos de apartamentos modernos, as paredes são tão finas que quando um marido faz uma pergunta à mulher, recebe quatro respostas.

Tranqüilidade matusalênica
Perguntaram a uma senhora de 102 anos se ela ainda tinha problemas e ela respondeu: Não senhor. Desde que meu filho mais novo foi internado num lar de anciões, não tenho mais problema algum.

Ponto de vista
Juventude é quando a gente fica acordado até mais tarde na festa de passagem de ano; meia-idade é quando somos forçados a isso.

No cabeleireiro
“Ela é muito fingida. Finge que acredita em tudo o que a gente diz.”

Dor
É mais fácil sofrer em silêncio quando se tem certeza de que alguém está vendo.


Como disse?
Cliente ao garçom, no restaurante Barão em Franca:
- Eu quero um peixe-na-telha fervendo... Tão quente, mas tão quente que se você conseguir trazer, eu não quero mais...

Boas e más notícias
Boas notícias: uma pesquisa feita numa universidade indica que as moças universitárias acham mais atraentes os homens de meia-idade.
Más notícias: meia-idade, para elas, é 32 anos.

Palavras
Quando uma mulher diz que você “está indo longe demais”, o que ela quer dizer é que você “está chegando perto demais.”

Soberba
Um homem que ostenta sua riqueza é como um mendigo que me exibe sua pobreza. Ambos estão pedindo esmola: o rico, a esmola de minha inveja; o pobre, a esmola da minha culpa.

Crédito
A coisa mais fácil de conseguir a crédito, em suaves prestações, é a condição de caloteiro.



 

Everton de Paula é professor, escritor, conferencista. Fundador e membro da Academia

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras