A literatura e o literário

Por: José Antonio Pereira

A literatura, tanto oral quanto escrita, é algo intrínseco ao ser humano e sempre acompanhou seus passos. Graças a ela, parte da história de nossos ancestrais ficou registrada e, com base nisso, foi possível remontar, nas devidas proporções, os diversos cenários que figuraram nos caminhos trilhados pela humanidade. As reflexões propiciadas pela boa literatura são enormes, principalmente, quando passamos a compreender melhor o outro e, consequentemente, a nós mesmos. O que é, contudo, uma boa literatura? Definir esse conceito é uma tarefa árdua diante das inúmeras crenças a esse respeito.


As grandes obras literárias nunca envelhecem. Cada leitura parece uma nova aventura, que gera novas reflexões. Para cada etapa de nossas vidas, um bom livro possui diferentes mensagens e, por isso, cada releitura torna-se, na verdade, uma leitura inédita, cujos ensinamentos jamais cessam e sempre fará sentido para nosso momento de vida em questão.


Não devemos ser radicais e valorizar somente os ditos “clássicos”, a ponto de ignorar qualquer outra literatura. Cada livro apresenta uma proposta, que deve ser julgada de acordo com os parâmetros de seu leitor. Exigir que todo escritor atinja a genialidade de Dickens ou de Guimarães Rosa é, sem dúvida, injusto e inconcebível. No entanto, o fato de não alcançar tal excelência não significa que não se deva escrever.


A literatura deve ser séria, no sentido de buscar acrescentar algo em seu leitor enquanto ser humano. Tamanhos são os ensinamentos provenientes dessa arte ao passo que um grande leitor sabe, por exemplo, que as palavras “santa” e “guerra” nunca apareceram juntas no Corão. Com efeito, assim como muitas outras, ler é uma habilidade que se constrói, uma atividade lapidada aos poucos e, dessa forma, o bom leitor possui a maleabilidade suficiente para discernir as propostas dos inúmeros livros que nos cercam.


“A literatura é o sonho acordado das civilizações”; a mágica definição do célebre Antônio Cândido é uma inspiração para todos nós mergulharmos nesse universo. Cada página literária traz consigo valores únicos que permitem a formação de seres humanos melhores e, consequentemente, uma sociedade mais equilibrada.

 

Caio Camargo
Linguista e escritor

Envie seu texto
e faça parte do Nossas Letras