27 de junho de 2019

Francal 2015

Bolsa de tricô de couro é destaque

O couro tradicional ganhou nova roupagem na coleção de bolsas de um dos fabricantes do estande coletivo do Rio Grande do Sul da Francal.

Francal 2015 09/07/2015 - Repórter: Lydia Rodrigues
Foto de: William Borges/Comércio da Franca
Clara Carolina mostra bolsa da empresa Arte e Crença, que está expondo no Espaço Moda Franca
O couro tradicional ganhou nova roupagem na coleção de bolsas de um dos fabricantes do estande coletivo do Rio Grande do Sul da Francal. A Tricouro apresentou bolsas com tramas de couro em cores quentes para o verão - destaques para o pink, marsala, azul bic, amarelo e verde. Com tiras trançadas ou caídas, a amarração de fios de couro é feita manualmente. “É um trabalho artesanal, feito em tricô de couro da mesma forma em que é realizado o tradicional de lã”, disse o diretor, Peterson Schulenburg. Depois, por meio de máquinas, são incluídos o forro interno e os metais.
 
As peças se tornam exclusivas na medida em que o tipo de ponto varia entre os produtos, devido ao trabalho manual. O trabalho artesanal é feito por donas de casa e também por meio do serviço de detentas.
 
Segundo o empresário, os tamanhos menores têm feito mais sucesso nas vendas, mas por uma questão de preço do que de tendência. “A experiência de mercado que a gente tem é com bolsas médias e grandes, mas agora mudou devido à redução de custos”, disse o empresário da Tricouro. O preço para o fabricante varia de R$ 120 a R$ 300, mas para o consumidor esses valores chegam a dobrar.
 
No estande da Santino, alguns modelos até já se esgotaram devido à alta procura, como peças em couro laranja, pink e vermelho em tons vivos.
 
Além das opções lisas, a empresa traz um modelo de bolsa-saco com estampa de bolinhas. “A bolsa-saco foi uma tendência que voltou e, além disso, inovamos com um pingente que vira pulseira”, disse a gerente comercial Vanusa Costa. Outras tendências são produtos com verniz e tachas, sendo que os tamanhos médios e pequenos predominam.
 
Outro destaque na 47ª edição da Francal é a coleção Mundo, da empresa Emília Romagna by Cyro Eloy. “Essa estampa foi feita em um tecido sintético importado da Itália e corresponde a um teto de uma galeria de arte italiana”, afirmou a diretora Patrícia Castello.
 
Já o Espaço Moda Franca trazia apenas dois estandes com bolsas. O local, que é destinado para os pequenos fabricantes francanos, teve um movimento baixo neste terceiro dia de feira.
 
A empresa Arte & Crença apostou nas estampas florais e modelos práticos em tamanhos menores. “Uma das nossas novidades é a bolsa com estampa floral em tecido com partes em camurça, que traz uma leveza propícia para o verão”, disse o diretor comercial Ailton Santos. O modelo é para ser usado como mochilinha.
 
 


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS