17 de fevereiro de 2020

Opinião

Porque precisamos assistir '13 Reasons Why'

A série conta a história de Hannah Baker, que comete suicídio por sofrer bullying.

Opinião 05/04/2017 -
Por Ana Krauss

Nos últimos dias tirei algumas horas do meu tempo para uma maratona de 13 Reasons Why (Os Treze Porquês, em português), a nova série da Netflix baseada no livro homônimo de Jay Asher. O interesse surgiu há uns dois meses, quando minha filha mais velha, de 13 anos, comentou o quanto estava ansiosa pela estreia, não somente pela história (ela já havia lido o livro), mas também pelo fato de que a série era produzida pela atriz Selena Gomez – aquela menina que a gente viu crescer nos seriados da Disney e que continua sendo inspiração para os jovens.

A série conta a história de Hannah Baker (Katherine Langford), de 17 anos, que comete suicídio por sofrer bullying. Antes de morrer, ela grava sete fitas cassetes explicando a treze pessoas de que forma elas foram responsáveis por sua decisão de tirar a própria vida. A bela jovem foi encontrada pelos pais dentro da banheira com os pulsos cortados.
 
13 Reasons Why é um retrato doloroso e muito dramático de uma adolescente do ensino médio que só precisava conversar, enquanto seus colegas não captavam o mal que acabavam causando a ela todos os dias. O roteiro e a produção são intrigantes, com suspense na medida certa, e a série choca ao ponto de colocar os espectadores dentro do sofrimento que só foi concluído no final de 13 episódios.
 
Com certeza 13 Reasons Why não é uma série que chama a atenção dos adultos na hora de escolher o que assistir, mas sem dúvida deveria entrar na lista de todos que tem filhos - independente de serem adolescentes ou não -, afinal, o suicídio de jovens é algo que vem crescendo assustadoramente em todo o mundo.
 
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 800 mil suicídios foram registrados em 2015, sendo 75% em países de média e baixa renda. O Brasil ocupa a 8ª posição nessa lista, ultrapassando 12 mil casos por ano. E grande parte são jovens.
 
Além do bullying e do suicídio, a série traz outros assuntos sérios, como depressão, machismo e estupro. Sim, Hannah foi vítima de tudo isso e sofreu calada, assim como milhares de adolescentes da vida real. Outro ponto importante mostrado na maioria dos episódios é a dificuldade que os jovens têm de se expressar, principalmente com seus pais – nós, os ET’s da história.
 
E o que a série traz de mais interessante é que existe culpa sim no suicídio e ela não é do suicida. Cometer o ato extremo de tirar a própria vida é, por definição, uma atitude individual. Mas a sustentação das circunstâncias capazes de levar ao suicídio deve ser compreendida como uma falha coletiva auxiliada tanto por comportamentos aparentemente inofensivos do cotidiano, como por omissões da rede de convivência social e familiar. Inclusive, uma das partes que mais me chocou (ALERTA DE SPOILER!) foi o 13º “por que” de Hannah. No fim, ela resolve dar mais uma chance à vida indo procurar um professor/orientador da escola que, sabe-se lá o motivo, não soube entender ou compreender o sofrimento da jovem. Ela comete suicídio logo após falar com ele.
 
Mas porque o suicídio entre jovens acontece tanto? Ao certo, não há como saber, porém estudos recentes mostram que entre os principais motivos estão as comparações irreais feitas através de redes sociais, os parâmetros de beleza impostos através da propaganda, a dificuldade em lidar ou ter a própria sexualidade aceita, maus tratos e abusos físicos e sexuais, uso de drogas e superproteção dos pais (sim, acredite!).
 
13 Reasons Why não precisa ser assistida apenas por nós, pais, mas por todos que, de alguma forma, lidam com crianças e adolescentes. Acredito que nem será necessário se preocupar em assistir com eles ou sugerir que assistam, até porque eles já devem ter feito isso tão rápido quanto eu. Cabe a nós discutir o assunto e entrar na campanha que nossos jovens mesmo criaram: #NãoSejaUmPorque. E se eles criaram essa campanha, devem ter se identificado, de alguma forma, com Hannah Baker.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

Veja mais Artigos

CLIMA EM FRANCA

28°
20°

MAIS LIDAS

COLUNISTAS

ECONOMIA Atualizado 1 hora atrás

  • Dólar Comercial:
    Data:
  • Dólar Turismo:
    Data:
  • Euro:
    Data:

LOTERIAS Atualizado 1 hora atrás

  • Mega-Sena:
    Sorteio: Data:
  • Quina:
    Sorteio: Data: