18 de junho de 2019

Região

Francano de 39 anos tem corpo queimado após briga em Pedregulho

O homem teria jogado um líquido combustível na vítima e ateado fogo. De acordo com a Santa Casa de Pedregulho, o homem teve pelo menos 50% do corpo atingido com queimaduras de 2º grau.

Região 23/04/2017 - Repórter: Leandro Vaz

Um caso de grave violência foi registrado em Pedregulho, na noite deste sábado, 22. Segundo informações de familiares, um homem de 39 anos foi atacado por um desconhecido. O homem teria jogado um líquido combustível na vítima e ateado fogo. De acordo com a Santa Casa de Pedregulho, o homem teve pelo menos 50% do corpo atingido com queimaduras de 2º grau. O hospital aguarda vaga em uma UTI especializada em queimados no Estado. Mas até o começo da noite deste domingo, 23, a liberação não havia acontecido. “Meu tio, quanta maldade o que fizeram com você. Vamos fazer justiça, vamos com a força de Deus colocar esse monstro atrás das grades. Quero que saiba que sua família te ama muito e está contigo”, escreveu uma sobrinha da vítima.

Segundo ela, em entrevista ao GCN, seu tio é morador do Jardim Dermínio em Franca e teria passado o sábado com amigos em Pedregulho. No momento do ataque, um grupo estaria em uma antiga cadeia desativada da cidade. “Um homem teria chegado e pedido R$ 10 para o pessoal. Meu tio não deu. Ele cochilou depois e foi atacado. Um homem tentou apagar o fogo com um cobertor”, disse ela.

A vítima foi socorrida à Santa Casa com os ferimentos espalhados por todo o corpo. No começo da noite deste domingo, enfermeiras faziam a troca dos curativos do homem. O rosto foi um dos pontos mais atingidos.

De acordo com a sobrinha, o caso foi registrado na polícia, que vai investigar o ataque. 



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.