03/12/2017

'Nosso principal objetivo é a reforma interior'

Foto de: Divaldo Moreira/Comércio da Franca

O IMA, dirigido por João Berbel, é um dos braços do espiritismo em Franca

A primeira casa espírita aberta em Franca foi o Centro Espírita Esperança e Fé, o Nova Era, há mais de 100 anos. Depois dele, mais 80 casas, espalhadas pela cidade, especialmente nas regiões periféricas, foram abertas segundo dados da USE (União das Sociedades Espíritas) de Franca. Representada por 22,7 mil pessoas, segundo o último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a doutrina espírita, de acordo com o presidente da USE, Sandro Luís Fernandes, cresceu nos últimos anos na cidade, mas ainda não ultrapassa os 5% quando trata-se daqueles que se declaram espíritas. “Temos muitos que frequentam os centros, buscam a palavra, um passe, um atendimento, mas ainda não se definem espíritas”, explica.

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.