16/05/2018 - Reportagem de Priscilla Sales

Trabalhador francano estuda mais, mas salário da maioria não melhora

Foto de: Dirceu Garcia/Comércio da Franca

Movimentação no Centro de Franca: especialista defende diversificação da economia da cidade

O número trabalhadores francanos com nível superior ou pós-graduação praticamente dobrou, na última década. Apesar disso, a maior parte deles ainda recebe um salário que não ultrapassa os dois salários mínimos, cerca de R$ 1,9 mil. A constatação é da Rais (Relação Anual de Informações Sociais), do Ministério do Trabalho, que toda empresa em atividade é obrigada a preencher com os dados de seus empregados todos os anos. 

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

2 COMENTÁRIOS

Ana Julia

16 de Maio 2018

O empresariado de Franca ainda tem as praticas do seculo passado, no imaginário dessa gente eles pensam que fazem favor quando empregam alguém, é o contratado deve " dar o sangue" para manter o emprego. Cultura escravagista ainda vigora por aqui. Vai demorar muuuito pra mudar, porque essas " tecnicas" passam de pai pra filho. Triste fim de uma cidade, outrora boa de viver.

Gostei

Luis Gustavo

16 de Maio 2018

O problema é que em Franca os empresários querem pagar pouco e ganhar muito! Não se preocupam se a pessoa é qualificada, mas sim se a pessoa está disposta a trabalhar muito ganhando pouco. Infelizmente faz parte da cultura empresarial da cidade, o que faz muitas pessoas abrirem seu próprio negócio ou até mesmo (as pessoas mais qualificadas) procurarem trabalho em outras cidades, como por exemplo, Ribeirão Preto, onde existe grande diversificação de empregos e se paga mais, levandose em conta a formação profissional da pessoa.

Gostei
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.
Top 5 de hoje
1