17 de julho de 2019

Opinião

Não olhes para trás

Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti e não pares em toda esta campina; escapa lá para o monte, para que não pereças

Opinião 09/09/2018 -
Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti e não pares em toda esta campina; escapa lá para o monte, para que não pereças
Gn. 19.17
 
A grande falha de Ló foi amar as vantagens pessoais, do que abominar a iniquidade de Sodoma, pois a região que escolheu para habitar com sua família, era a mais promíscua da época.  Se tivesse amado profundamente a retidão, isto o manteria separado dos maus caminhos daquela geração ímpia. Ele, porém, tolerou o mal e optou por morar na cidade do pecado. É possível que ele tenha raciocinado que as vantagens materiais compensariam os perigos, e que tinha forças espirituais suficientes para permanecer fiel a Deus. 
 
Com isto em mente, se expôs à imoralidade e a impiedade de Sodoma. Só então, ele aprendeu a amarga lição que sua família não era forte suficiente para resistir às influências malignas de Sodoma. A grande verdade, é que tudo tem limites, e a medida de pecado de Sodoma e Gomorra, chegara ao máximo, e Deus decide eliminar do mapa aquela cidade. E Depois de uma poderosa intercessão de Abraão em favor de seu sobrinho, Deus manda dois anjos na casa de Ló, para salvá-lo juntamente com sua família da destruição. 
 
Assim, que saíram da cidade veja o que aconteceu: “Então, o Senhor fez chover enxofre e fogo, sobre Sodoma e Gomorra, e destruiu aquelas cidades, e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra” (Gn. 18.24-25).  Todavia, a ordem de Deus, através dos anjos era para não olhar para trás. Mas, como o coração da esposa de Ló estava naquela cidade, diz o Texto; “E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal”.
 
Caro leitor, ao olhar para este texto e observar a importância que Jesus deu a este acontecimento, a ponto de fazer menção no seu sermão, sou levado a concluir que, aquele que pretende seguir a Cristo, não pode olhar para trás, pois corre o risco de perder a benção de Deus.  Aliás, o próprio Jesus afirma isto: “Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus. (Lc. 9.62.) Portanto, devemos ter muito cuidado quanto à maneira que vivemos nos tempos modernos. Ouçamos  a voz de Deus, e jamais esqueçamos do exemplo da mulher de Ló. 
 
Deus vos abençoe.
 
Pastor Isaac Ribeiro
Presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus/Franca - Ministério Missão –pr.isaac@uol.com.br


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS