24 de junho de 2019

Região

Acusados de matar mulher e gêmeos são condenados

O crime aconteceu em fevereiro de 2015. Dupla foi condenada em Igarapava a mais de 80 anos.

Região 10/10/2018 -
Matuzalém Ferreira Junior
O julgamento do empresário Matuzalém Ferreira Junior e do ex-funcionário dele, Antônio Moreira Pires, conhecido como Pedrão, teve duração de mais de 13 horas e, terminou na madrugada desta quarta-feira (10), no Fórum de Igarapava (SP).
 
De acordo com o site G1, a dupla foi condenada há 81 anos e quatros meses de prisão pelas mortes de Izabella Gianvechio, de 22 anos, e os filhos gêmeos dela, Ana Flávia e Lucas, de apenas dois meses.
 
O crime aconteceu em fevereiro de 2015. No dia 12, a jovem desapareceu da casa onde morava, em Uberaba (MG), e seu corpo foi encontrado às margens de uma rodovia em Aramina (SP). Cinco dias depois, os corpos dos bebês foram encontrados em uma estrada de terra em Buritizal. O três foram mortos a tiros.
 
As investigações levaram a polícia até Matuzalém, que era apontado como pai das crianças e o funcionário dele. Eles devem permanecer presos na Penitenciária de Tremembé (SP).
 
Um exame de DNA descartou a paternidade de Matuzalém.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS