22/11/2018

Dinheiro jogado fora

Ter recursos financeiros para torrar em uma campanha eleitoral não garante vitória a ninguém. Dinheiro sempre é bem-vindo e necessário para pagar as contas, mas trabalho prestado, planejamento bem-feito, carisma e conteúdo é o que fazem a diferença. A disputa para deputado em Franca foi a prova de que muitos candidatos jogaram dinheiro fora. Com base nas prestações de contas feita ao TSE, o voto do ex-jogador de basquete Chuí (PRB) foi o que custou mais caro. Outro exemplo negativo de custo-benefício foi o de Gilsinho (PRB).
Veja mais

Dúvidas, sugestões, reclamações?

Whatsapp GCN

16.99122-0761

0 COMENTÁRIO
COMENTE
A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o

Código de Conduta On-line do GCN.

Li e concordo com o código de conduta online.