27 de junho de 2019

Crianças

Francanos premiados no Espantaxim

Mais de três mil crianças brasileiras participaram de edição 2018 do Prêmio Espantaxim, cujo tema era “Futuro – Visão para um mundo melhor: Você embarcou em uma incrível máquina do tempo e chegou em 2

Crianças 02/12/2018 -
Mariana de Andrade Rosa; Maria Eduarda Andrade Carvalhaes Pereira; Gabrielli Carrijo Costa

Mais de três mil crianças brasileiras participaram de edição 2018 do Prêmio Espantaxim, cujo tema era “Futuro – Visão para um mundo melhor: Você embarcou em uma incrível máquina do tempo e chegou em 2050”! Os candidatos poderiam contar uma história, imaginando como estaria o mundo com os potenciais impactos dos avanços tecnológicos. Escrever uma mensagem contendo sua visão do futuro. Ou criar um poema inspirado num mundo melhor. Seis estudantes de Franca foram premiados: Mariana de Andrade Rosa; Maria Eduarda Andrade Carvalhaes Pereira; Gabrielli Carrijo Costa-da Escola “Frei Lauro de Carvalho Borges”; e Maria Eduarda Saldarelli Deluca Souza; Abner Almeida Assunção; Laura Alves Ferreira- da Escola ”Professora Maria Pia de Castro Silva”. 

Prosa e poesia de Franca em concurso nacional

Saíram na última quarta-feira os resultados da edição de 2018 do Concurso Espantaxim, criado pela educadora Dulce Auriemo para estimular o interesse pela escrita e leitura. Ao todo, participaram 3393 crianças com idades entre 7 e 12 anos, provenientes de escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Entre os 263 premiados se encontram seis estudantes de Franca: Maria Eduarda Saldarelli Deluca Souza; Abner Almeida Assunção; Laura Alves Ferreira (da Escola “Profª Maria Pia de Castro Silva”) e Maria Eduarda de Andrade Carvalhaes Pereira; Mariana de Andrade Costa; Gabrielli Carrijo Costa- da Escola “Frei Lauro de Carvalho Borges” ).

Na edição deste ano, o tema era: “Futuro – Visão para um mundo melhor: Você embarcou em uma incrível máquina do tempo e chegou em 2050”! Os participantes poderiam escrever uma história, mensagem ou poema, imaginando como estaria o mundo com os potenciais impactos dos avanços tecnológicos.

Os trabalhos serão reunidos na V Antologia – Prêmio Espantaxim 2018, que será prefaciada pelo Presidente da Google do Brasil, Fábio Coelho. A cerimônia de premiação acontecerá no início de 2019, no MASP, ícone cultural e turístico da capital paulista.

 O Clubinho esteve nas duas escolas para ouvir os alunos premiados e suas professoras.

Na “Maria Pia de Castro Silva”, a professora Zélia Longe de Moraes Lopes falou de sua alegria ao saber da premiação de Maria Eduarda, 11 anos, sexto ano: “Ela é estudiosa, responsável e gosta muito de ler; seu texto só teve um errinho de grafia, o uso da palavra “terra” em minúscula referindo-se ao planeta “Terra”. Pelo telefone, pois está em licença, Alzira Conceição de Lima Araújo disse que Abner Almeida Assunção e Laura Ferreira, também do sexto ano e 11 de idade, participaram do concurso “com muita vontade de concorrer e de ganhar”. Os textos foram produzidos em classe, durante duas aulas, e depois passados a limpo no impresso oficial do concurso. Ambas as professoras frisaram a importância no processo da coordenadora Jacqueline Vieira Donzelli, atualmente na vice-direção.

Na “Frei Lauro de Carvalho Borges”, a diretora Lidiane Araújo de Moura fez questão de dizer o quanto se sentia feliz com a conquista dos alunos Maria Eduarda Andrade Carvalhais Pereira,11; Mariana de Andrade Costa, 8; Gabrielli Carrijo Costa, 10. E, claro, com o trabalho das professoras Márcia Regina Leite Coelho; Maria Luiza Barato e Silva; Juliana Carneiro de Oliveira Bertoni. Abaixo reproduzimos trechos dos seis textos premiados.

 

Maria Eduarda Saldarelli Deluca Souza: “Embarco no tempo, minha imaginação viaja e aterrissa em 2050, um futuro muito diferente do que conhecemos. Percebo as mudanças assim que avisto as primeiras casas, sem muros, cercas elétricas ou qualquer coisa que indique a preocupação que hoje temos com muitos assaltos diários.”

Laura Alves Ferreira: “O avanço da era digital no mundo todo facilitaria nosso dia a dia, mas também poderia escravizar a todos, trazendo a dependência dessas comodidades e até problemas para a saúde.”

Abner E. Almeida Assunção: “Entro na máquina e me surpreendo ao retornar ao laboratório. Devo avisar a todos sobre os problemas que podem surgir caso a sociedade não passe por profundas mudanças. Não sei se acrditarão, pois parece loucura até mesmo para mim, mas não posso permitir a Terceira Guerra!”
 
Maria Eduarda Andrade Carvalhais Pereira: “Me vi no ano 20150 (...).Vi com alegria a descoberta para a cura do câncer, mas constatei que novas enfermidades surgiram devido à imprudência do ser humano.”
 
Mariana de Andrade Costa: “Buscavam novos planetas/ Para serem povoados/ Esquecendo-se do nosso/ Que já está habitado”
 
Gabrielli Carrijo Costa: “Não quero poluição, não quero destruição, nem briga por religião. Quero que os cientistas criem para as novas gerações, um elo mágico de união entre todas as nações.”


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS