17 de julho de 2019

Franca

Há 3 meses, Prefeitura não distribui cestas para carentes

O secretário responsável pela pasta, Vanderlei Tristão, confirmou o problema.

Franca 05/12/2018 - Repórter: Leandro Vaz
Foto de: Comércio da Franca
Vanderlei Tristão confirmou o problema
A administração do prefeito Gilson de Souza (DEM) se viu nesta terça-feira, 4, em uma nova polêmica envolvendo processos de licitação. Após falhas seguidas, um novo problema veio à tona. Há pelo menos três meses, nenhuma família carente recebe cestas básicas distribuídas pela Secretaria de Ação Social. 
 
Em entrevista ao programa ‘Hora da Verdade’, da Difusora, o secretário responsável pela pasta, Vanderlei Tristão, confirmou o problema. “Nós tivemos um problema sério. A licitação durou quatro meses. Ficamos cobrando o tempo todo para que fosse feita e comprar as cestas”, disse. “Infelizmente embora a gente tenha pedido em tempo hábil, não sei se é o acumulo de serviço, ou a falta de funcionários, a licitação demorou”, disse Tristão. O secretário afirmou ainda que a compra foi feita e que até a próxima semana as cestas devem estar disponíveis nas unidades do Cras (Centro de Referência da Assistência Social).
 
“É um tempo muito grande, quatro meses para uma licitação. Nós estamos tendo dificuldade, perdemos os funcionários e aconteceu isso”, desabafou o secretário. A falta de funcionários que Vanderlei se refere é sobre os comissionados que foram demitidos recentemente pela Prefeitura. Uma decisão judicial determinou a extinção dos mais de 300 cargos. 
 
O estoque de cestas básicas está zerado na Prefeitura. O número de famílias atendidas não foi confirmado pelo secretário. “O número é o que a demanda determina”, disse. 
 
Tristão pediu desculpas pelo transtorno às famílias carentes. “A gente sabe o que é a pessoa precisar. Se procura a cesta básica é porque realmente a fome apertou. E eu peço desculpas e aconteceu e não foi um problema da secretaria, mas foi um problema gerado na Prefeitura, em função dessa situação que estamos enfrentando desde agosto passado”, disse.


COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS