24 de junho de 2019

Artes

'Jenifer do Tinder' foi rejeitada por Gusttavo Lima; ouça

A música, composta por Junior Lobo e outras sete pessoas, demorou para agradar.

Artes 11/01/2019 -
A música que tem potencial para ser o hit do verão, 'Jenifer do Tinder' não sai da internet nem da cabeça dos internautas.  O hit que lançou Gabriel Diniz nas redes quase foi lançado pelo "homem de família" Gusttavo Lima. 
 
O ritmo, que parece uma mistura do forró de Safadão com a batida romântica de Odair Playboy é sucesso no Nordeste e Centro-Oeste brasileiro, e tem se intensificado recentemente no Sudeste.
 
A música, composta por Junior Lobo e outras sete pessoas, demorou para agradar o público, mas estourou e já tem sucesso garantido no Carnaval.
 
Para a tristeza do público, a famosa Jenifer não existe. Lobo revelou que a ideia do nome surgiu apenas para rimar com o nome do aplicativo Tinder. Mas a história é baseada em fatos reais, contou o compositor para o R7. "Eu estava no intervalo do show de um amigo e o baterista  estava conversando comigo. De repente, uma moça o abraçou e conversou com ele e eu perguntei se era a 'namoradinha' dele. Ele falou "não, essa é do Tinder."
 
Junior não pensou duas vezes e começou a escrever a música. "Todo mundo está usando o aplicativo. O grupo estava apostando em algumas músicas mais românticas, mas eu insisti." contou. Ele ofereceu a música pronta para Gusttavo Lima, que comprou os direitos autorais e chegou a gravar uma versão. O cantor até cantou a música uma única vez, em julho de 2018, em um festival na Paraíba, mas optou por não lançar o hit. "Acho que o Gusttavo pensou que a música não era pra ele, no timbre dele. Então ele acabou não lançando. Acontece muito no mercado", disse Lobo.
 
Depois da desistência do sertanejo, Gabriel Diniz se interessou e comprou o hit, que já rendeu quase 75 milhões de visualizações no Youtube, o primeiro lugar do Spotify no Brasil e muitos memes.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS