24 de junho de 2019

Franca

Após reclamar de aplique falso, mulher é agredida

Uma moradora do Jardim Santa Bárbara passou por momentos de apuros.

Franca 11/01/2019 -
Após constatar a qualidade do serviço, a atendente foi até a residência da cabeleireira pedindo o dinheiro de volta e segundo ela foi agredida com um soco no rosto

Uma atendente de 22 anos, moradora do Jardim Santa Bárbara, passou por momentos de apuros ao tentar colocar um aplique em seu cabelo. A atendente ficou sabendo dos serviços de apliques pelo Facebook e agendou com a cabeleira na tarde da última quinta-feira, 10.

Segundo a vítima, quando ela procurou os serviços para fazer alongamento de cabelo, a profissional informou que o aplique seria de cabelo humano. Porém, ao elaborar o serviço, a cabeleireira havia colocado alongamentos com fio de cabelo orgânico e que, segundo ela, continham até fios de nylon.

“Ela posta em grupos de venda no Facebook. Eu procurei para fazer o cabelo com ela, e ela me garantiu falsos resultados. Me mandou fotos de outros profissionais. Disse também que o cabelo era humano e que eu podia fazer vários procedimentos normais. Porém, quando fui passar a chapinha, alguns cabelos que estavam no meio derreteram, sem contar as linhas de nylon que tinham no meio e que outra profissional me mostrou”, disse a atendente.

Após constatar a qualidade do serviço, a atendente foi até a residência da cabeleireira pedindo o dinheiro de volta e segundo ela foi agredida com um soco no rosto.

“O meu cabelo ficou por cima dos fios que ela colocou. Depois de ir em outros dois profissionais e constatar que o serviço ficou algo inaceitável, fui na residência dela pedir para tirar e devolver o meu dinheiro, aí ela me deu um soco na cara”.

A atendente foi até a delegacia e registrou a ocorrência por lesão corporal.

A reportagem tentou entrar em contato com a cabeleireira por telefone diversas vezes durante a tarde de sexta-feira, porém, até o fechamento desta matéria, não houve retorno.



COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal GCN e se comprometem a respeitar o Código de Conduta On-line do GCN.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

VER MAIS